4 ferramentas de controle para otimizar a gestão de custos logísticos

4-ferramentas-de-controle-para-otimizar-a-gestao-de-custos-logisticos

Ficar de olho nos custos logísticos é essencial para que a sua operação não saia do controle. Cada ação tem um impacto no seu orçamento, portanto, é fundamental contar com toda a ajuda disponível para ter uma atuação produtiva nesse sentido.

O uso das ferramentas certas é fundamental para ter sucesso em qualquer área. Isso é particularmente valioso para o setor logístico, que depende do bom funcionamento de inúmeras partes interligadas para agregar valor ao cliente e ao negócio.

Felizmente, existem táticas boas e inteligentes à disposição de quem pretende inovar na atuação logística. São recursos fundamentais para controlar diversos aspectos do seu trabalho, desde a administração de estoque até os seus custos. Por isso, veja, a seguir, 4 tipos de ferramentas de controle para otimizar a gestão de custos logísticos!

1. TMS — Transportation Management System

Um TMS serve para administrar o planejamento, execução e otimização das movimentações dos seus produtos. Costuma ser uma plataforma capaz de gerenciar as operações associadas a frotas de transporte, volume de carga, destinos de entrega, entre outras possibilidades.

Utilizar uma ferramenta como essa em sua operação é uma ótima forma de reduzir custos, melhorar a eficiência da sua logística e entregar mais valor à experiência do seu cliente.

2. WMS — Warehouse Management System

O objetivo de um WMS é ajudar você a monitorar os processos relacionados a um produto, a partir do momento em que ele entra em seu depósito ou estoque. Ou seja, envolve o gerenciamento de volume, processos de picking, auditoria, entre outros.

Trata-se de uma ferramenta fundamental para se ter visibilidade a respeito da disponibilidade dos seus produtos, seja para continuar atendendo bem os seus clientes e para solicitar reposições, conforme necessário.

3. ERP — Enterprise Resource Planning

O termo ERP, que se traduz para Recurso de Planejamento Corporativo, é bastante abrangente porque se trata de uma ferramenta bem ampla. Na maioria das situações, é ele se adapta às necessidades da empresa, partindo de soluções modulares.

Um ERP pode ter diversas funcionalidades que pontuam as várias etapas do negócio. Pode incluir gerenciamento de inventário, pedidos, contabilidade e até relacionamento com prospects em um sistema de CRM. Aliás, um TMS e um WMS também podem fazer parte de uma solução de ERP.

4. Monitoramento de entregas

Uma ótima forma de conter os seus custos logísticos consiste em minimizar as chances de problemas nas entregas dos clientes. Eles podem ser caros e causar uma impressão negativa nas pessoas, tornando difícil o processo de fidelização delas.

O uso de uma ferramenta de monitoramento de entregas possibilita ter visibilidade a respeito de tudo o que acontece com o seu produto, desde o momento em que ele é adquirido e sai do seu estoque. Além de ajudar a detectar problemas, permite que você atenda melhor seus clientes que tiverem problemas.

Ao analisar os atrativos de cada uma dessas ferramentas de controle, fica nítido o quanto é importante contar com a ajuda da tecnologia para diminuir os custos logísticos. Leve em consideração as suas principais necessidades e experimente trazer algumas dessas possibilidades para dentro da sua operação.

Quer continuar aprendendo mais sobre como aprimorar o seu trabalho? Então leia nosso post sobre como a gestão logística integrada pode otimizar o seu negócio.